Quem convidar para o casamento? Posso não chamar algum parente que eu não goste? E os parentes distantes, colegas de trabalho? Quem escolher para estar no casamento?

Como fazer a lista de convidados do casamento?

Quando o casal vai fazer a lista de convidados do casamento, é necessário ter em mente dois elementos importantes:

Quem é verdadeiramente importante na vida dos noivos.

O orçamento.

Primeiro: quem são aquelas pessoas que foram essenciais e próximas na vida do noivo e da noiva? Essa resposta mostra aqueles que não podem ficar de fora da lista de convidados do casamento.

Segundo: orçamento. Vocês farão um grande casamento, com muitos convidados? Ou uma cerimônia mais reservada com poucas pessoas?  O quanto o casal pode e quer gastar com tudo isso? Isso ajudará a estimar o número de convidados. O orçamento é um elemento definidor na lista de convidados. O que não é nada legal é fazer milhões de dívidas apenas para chamar todos!

Como fazer a lista de convidados do casamento

Para o casamento perfeito, uma lista com os convidados certos é o que você precisa para tornar o lugar mais agradável e realizar seu sonho de casório. (Foto: Chicago Tribune)

Dicas para a lista de convidados de casamento

O casal deve primeiramente considerar essas questões e a partir disso criar a lista de convidados. Depois disso, o casal deve expandir o número de convidados acrescentando outras pessoas – colegas de trabalho, colegas de negócio, dentre outros, respeitando o orçamento . O orçamento é sempre o elemento sensível para definir o número de convidados de um casamento. É muito comum o casal criar uma lista superestimando o número de pessoas para o casamento e depois ter que reduzi-la de acordo com a situação real. Não se preocupe que isso provavelmente acontecerá.

Outro fator importante é que cada família (do noivo e da noiva) convida a metade do número de pessoas estipulados no orçamento. Isso não é uma regra fixa, pois nos casos em que uma família é maior que a outra os noivos podem ser flexíveis sobre essa decisão.

Lista de convidados para para casamento de quem tem parente morando longe

No caso de parentes que moram muito longe, os noivos tem utilizado o recurso de confirmar a presença. Enviam o convite de casamento e pedem a confirmação. Assim, os noivos colocam outra pessoa no lugar, caso haja resposta negativa. Claro que é mais elegante você convidar sem pedir confirmação de presença.

No quesito parentes, é sempre mais simpático que o casal convide todas as famílias. Só que nem sempe isso será possível pelas razões já discutidas.

Parece duro dizer isso, mas no casamento contemporâneo a regra principal é a seguinte: os noivos convidam quem querem (considerando sempre pessoas mais queridas + orçamento). Quem decide quem será convidado para o casamento é sempre o casal (não os pais dos noivos). Eles não são obrigados a conviver com uma situação desconfortável com parentes que brigaram, por exemplo. Ou convidar pessoas que não convivem há anos. Ou chamar agregados que nem conhecem direito (namorados, amigos de primos). Não há essa obrigação social em nada disso. Essa é a dura realidade!  Quem não é convidado não deve se sentir ofendido, mas respeitar a vontade dos noivos.

O casal possui um número limitado de pessoas que podem convidar e isso implica necessariamente em deixar pessoas de fora. O que não pode faltar nunca por parte dos noivos é bom senso, diplomacia e respeitar a vontade de ambos no momento dessa escolha. Chamar todos que ambos conhecem ou que a família gostaria para o casamento não será possível mesmo.

Dê sua opinião sobre a lista de convidados? O que você pensa sobre isso? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)